Você está no prêmio:

Os Mais Admirados da Farmácia em Goiás 2019

Os Mais Admirados da Farmácia em Goiás 2019

materias

12/05/2019

Empresa Incinera Tratamento de Resíduos lidera a indústria de tratamento de resíduos

Mais de 70% dos votantes do prêmio Os Mais Admirados da Farmácia em Goiás indicaram a empresa como a melhor de sua área no Estado


Presente em todas as edições do Prêmio Os Mais Admirados da Farmácia em Goiás, promovido pela Contato Comunicação, a Incinera Tratamento de Resíduos tornou-se, ao longo de seus 14 anos no mercado, a empresa se tornou referência no Estado e em todo o país na área em que atua.

A empresa capitaneada por Ronaldo Thibes e Fernando Carmo tem capacidade de processar cerca de 3.600 toneladas de resíduos por mês, captados das mais diversas indústrias. Segundo Ronaldo, a Incinera tem capacidade para atender mais de 75% do mercado de incineração no Estado e trabalha com mais de 170 municípios goianos para incinerar os mais diversos tipos de resíduos, desde hospitalares, farmacêuticos, químicos, industriais, agrotóxico, resíduos urbanos dentre outros.

Atualmente, a Incinera tem trabalhado com o gerenciamento de resíduos a fim de transformar o lixo industrial em novos produtos. O briquete, um bloco denso e compacto de materiais com potencial de combustão, é produzido a partir de serragem, papelão, plástico e até resíduos industriais. Os briquetes são utilizados em fornalhas industriais como caldeiras, fornos de pizzaria, padaria para produção de calor, podendo inclusive ser utilizado para uso doméstico em churrasqueira. "Pronto para se usar na churrasqueira, em substituição do carvão tradicional. Agride menos o meio ambiente e é mais eficaz", explica Ronaldo.

Os proprietários da usina instalada no polo industrial de Senador Canedo, fazem questão de exibir todas as licenças ambientais em níveis municipal, estadual e federal. Segundo eles, todas as autorizações, os alvarás e os certificados da Incinera demonstram que a empresa tem compromisso com a natureza e na produção sustentável.


  • TAGS:
Comente através do seu Facebook